sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

O encontro.





O amor foi desenhado,
no olhar trocado,
num virar de rosto.

E, no verso,
reverso,
um
tesouro
guardado.

Não há piratas que roube.

Há laços de fitas,
no amarre.

Há ainda,doçura no ar.

Declinado aqui,
agora,
o
verbo,
amar.

Tata Junq

Enviar um comentário