sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Pensamentando: Eu e minhas casmurrices ....




Atualmente está difícil ...
Não encontro sorridentes,
nem tenho muitos motivos para sorrir.
Estou parecendo o narrador-personagem,D Casmurro.
Isolado,ressabiado,pensativo,taciturno ...
Nada a ver com traição...
Só as casmurrices,carrancuda que ando.
Os meus sorrisos largos,andam perdidos por aí...
Se alguém os encontrar,favor convencê-los a voltarem, rapidinhooooo!!!!!

Tata Junq

Mas se despertou a curiosidade pela estória de Machado de Assis,vou deixar o resumo,quem sabe "abram apetites",das leituras literárias.

******************************************************



· Personagens:

Bentinho: Personagem principal, o narrador da história.
Capitu: A paixão de Bentinho.Vizinha e amiga dele na infância. Por causa dela ele não quis ir pro seminário.
Dona Glória: Mãe de Bentinho. Amorosa e muito religiosa.
José Dias: Agregado da família de Bentinho.
Escobar: Melhor amigo de Bentinho, se conheceram no seminário. Mais tarde se casou com a melhor amiga de Capitu.
Ezequiel: Filho de Bentinho e Capitu.

· Resumo

O livro conta a história de Bentinho, também conhecido como Dom Casmurro, por ser um homem calado e meio isolado. Por volta dos cinqüenta anos ele resolve escrever a história de sua vida.
A narração da história começa quando Bentinho ouve uma conversa entre sua mãe e José Dias. Assim fica sabendo que sua mãe ainda se mantém firme na idéia de colocá-lo no seminário, como havia prometido a Deus caso Bentinho nascesse sadio. Mas o que mais abalou Bentinho foi o fato de José Dias ter falado que tinha medo que Capitu e Bentinho começassem a namorar, já que esses sempre foram muito amigos e andavam sempre juntos desde criança. Foi ouvindo essa conversa que ele descobriu que gostava da garota, e mais tarde descobriu também que ela também gostava muito dele.
A partir de então eles começaram a se encontrar escondido e fazer vários planos para que o garoto não tivesse que ir para o seminário, mas sua mãe ainda se mantinha firme na decisão, uma vez que era muito religiosa.
Então Dona Glória envia Bentinho para o seminário, mas promete que se dentro de dois anos ele não revelasse vocação para ser padre poderia seguir outra carreira qualquer. No seminário Bentinho conhece Escobar, e logo se tornam amigos. E foi dele que surgiu a idéia para que Bentinho pudesse sair do seminário sem que Dona Glória quebrasse a promessa, sugerindo que ela adotasse algum órfão e lhe bancasse os estudos no seminário.
Dona Glória aceitou a idéia, então Bentinho largou o seminário e foi estudar advocacia. Algum tempo depois Escobar e Sancha, a melhor amiga de Capitu, se casam, e mais tarde Bentinho e Capitu também. Os casais se tornaram amigos inseparáveis. Bentinho e Capitu estavam muito felizes, o único problema era a demora para nascer um filho do casal., mas em alguns anos nasceu Ezequiel.
Algum tempo depois Bentinho começou a perceber que Ezequiel era extremamente parecido com Escobar (que havia morrido afogado alguns anos antes), e quanto mais o menino crescia mais parecido ficava. Bentinho começou a desconfiar da fidelidade de Capitu e aquela situação estava insuportável para ele. Até que um dia não agüentou e resolveu que mataria o garoto, mas não teve coragem e logo depois revelou a Capitu todas as suas desconfianças. Ela negou tudo e eles resolveram se separar.
Capitu foi com Ezequiel para a Europa. Algum tempo depois Capitu morreu e Ezequiel foi morar com o pai. Bentinho repara que Ezequiel estava idêntico a Escobar. Ezequiel fica pouco tempo na casa do pai e logo vai fazer uma viagem, onde morre.
Com todos os familiares e velhos conhecidos mortos, Bentinho meio que se isola e tenta achar em outras mulheres um consolo, mas jamais conseguiu esquecer Capitu.

********************
Enviar um comentário