segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

MOMENTOS REFLEXIVOS / PENSAMENTAR













Enquanto olho pra essa minha página ...que não ficará em branco ...sinto a força vindo das entranhas, do PENSADOR ...o ser pensante que sou, irreverente, oras afiado,crítico.
Deixei de ser repórter, mas cabe ainda usar e ousar...fazer-me instrumento também das mazelas do Mundo.
Fácil decantar amor.
Difícil mostrar desamor, sem ao menos sentir dor.
Hoje meu coração dói. Não! Sempre doeu ao perceber tantas desigualdades no Mundo.
Mundo que concentra tantas desigualdades sociais, regionais, políticas, religiosas,enfim ...um Mundo que abriga as diferenças!
E há aquele que se faz cego diante de todo e qualquer desamor. Sim, desamor!
Toda e qualquer política administrativa, responsável por um país, tem obrigatoriedades sociais-humanitárias!
Estaremos comemorando o DIA INTERNACIONAL DAS CRIANÇAS ...e penso nas crianças tristes ...porque crianças em qualquer ponto do Mundo, sonham e querem ser seres felizes .E há tantas que nem sequer sabem o que é sonhar.Que nem sequer sabem da existência de outras que estudam, que têm comida farta na mesa,que não têm frio ou fome.
Triste disparidade!
Tristeza em saber que há tantas, morrendo agora!
Tristeza por saber que há muitas de armas nas mãos!
Tristeza por saber que muitas morrem de fome!
Tristeza por saber que muitas são renegadas pelos próprios pais!
Tristeza por saber que não há política necessária, que abrande seus frios, fomes, angústias!
Tristezas por seus medos!
Tristeza por seus abandonos!
Triste, triste ... é ter ciência de tantas falhas em sociedades, em pleno século XXI !
A humanidade quer transcender nosso Mundo e buscar paragens em outros ... enquanto crianças rastejam nas misérias deste Planeta, chamado Terra.
Hoje, de forma indignada, penso nesse seres desprotegidos e miseráveis!
Olho pro meu Brasil, e vejo crianças ainda pelas ruas, drogadas, "cheiradas" de cola, embriagadas de álcool Zulu, prostituídas, desnutridas, barrigudas de verminoses, descalças, nuas ou semi-nuas, sem escolaridade, sem jeito, do jeito que dá e que "o diabo gosta"!!!
INDIGNIDADE, já!
HOJE, AMANHÃ ... queria a todas, justiças! Direitos preservados!
AHHHHHHHHHHHHHH ... QUANDO VEREMOS SORRISOS REAIS?
Quero ainda ter a certeza que o o Mundo evolui de fato!
Sonho ter a certeza de um dia, ver toda e qualquer criança, PROTEGIDA e FELIZ!
SONHO!
ESPERO!
Hoje não tenho sorrisos a ofertar!
Tenho latente a indignação e a tristeza!
E deixo aqui meu coração aflito!
Também o meu pesar!


Tata Junq
Enviar um comentário