quinta-feira, 28 de maio de 2009

Poetando.


Luar.
Mar,você,eu.
Somados,
enebriados,
de mãos dadas.
Caminhando,
cabelos ao vento,
em fria brisa.
Para parar no abraço,
no beijo esquecido.
Abraço aquecido,
Abraço torpor,
com cheiro doce
de mar-de-amor.


Tata Junq
Enviar um comentário