sábado, 14 de maio de 2016

Musicando & Pensamentando: Rola o som ...





Ao som de Nazareth ...
Olhos cansados ...
Na querência e sofrência,rola o som.
Impossível não se envolver no balanço,na jogada da cabeça e pescoço...
Corpo vai ...
Alma vai ...
Embriaguez!
Bebo sua alma,sua calma.
Não há silêncio ...
Mas nada ecoa ...
Nem desejos,nem medos,nem segredos.
Na madrugada,de janelas fechadas,nem vento,pra soprar meus pensamentos.
Há breu lá fora.
E o escuro de ter um não ter.
Sem sonho.
Só alma só.
Só corpo só.
Só olhos cansados,pesados ...
Só guitarra,só violão,bateria e canção.
Marcando,mastigando emoção.
Uma voz rouca,como poucas.
Pesado som.
Pesada alma.
Um bem que não se alcança.
Onde estará,quem nunca veio?
O tempo cegou-me.
Não há tempo para a graça da luz.
Não agora.
Sou Rainha sem Rei,num castelo de cartas marcadas.
Sem súditos.
Só sou cancão,guitarra e comoção,vibrando as cordas do meu coração.
Só canção!
Só!

Tata Junq

Enviar um comentário