terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Assim ... no registro do registro.



Nas mãos,a garotinha.
Foto da foto,que ficava na carteira de mamãe.
Como mamãe era caprichosa aos nos vestir.Ela costurava nossas roupas.
Estilosa,capaz.
Acho que mantenho o olhar ...

Estranho o fato de não sorrir ...



E sorrindo,espio esta trajetória.
Eu,a menina que comia flores,que tinha fome de estórias contadas,que adotava animais da rua
e que cuidava de suas feridas ... que jogava queimada nas ruas ...que amava correr,líder e encrenqueira,mediante imposições.
O tempo resgate,faz-me lembrar que amava gatos.
Cresci,envelheci.
A menina de olhar triste,ficou lá no passado ...
A mulher de hoje,sorri com o olhar e continua amando gatos e os animais,não come flores,mas as fotografa e cuida de muitas ...
A mulher de hoje,resiste e ama a vida.
Tata Junq
Enviar um comentário