terça-feira, 22 de dezembro de 2015

As intemperanças.



Quem não tem saudade,musical?!
Toda música nos remete a um lugar,tempo,pessoa ...
Que grandioso veículo é!
Um trem bala... ou um carrocel,metódico de parque ...
Que importa?
Intemperanças?
Desmedidamente,rompemos o tempo e resgatamos,momentos... amores ...dores,alegrias,saudades ...
Música é sinônimo de evocação.
É acorde de amor ou falta dele.
Cabe direitinho a quem ama,amou ... imoderadamente.
Porque amor é bem isso,excesso do excesso,do excesso ... sem limites,num tempo limitado ou quem sabe,ilimitado.
(Enquanto dure,pois sim?)
Ou,atemporal?
Ou idealizado,querido ... e "não podido"?
Ou não correspondido?
Amar ...
Tão bom amar!
Fisguei um tempo,qual peixe,ao ver esse vídeo.
Sorri,porque já excedi um dia,dias e dias  ... e foi tão bom.
Quando se é jovem ... exageros são perfumes,deleites da alma.
É bem isso ...
Essa canção é simpática ...rsrs ... romanticamente,linda.

Tata Junq

Enviar um comentário