sexta-feira, 24 de abril de 2015

Compartilhando Música & Pensamentos & Fotografia &Letra da Canção ... enfim ... falando do amar e da tal felicidade ...

Canteiros

Fagner

Quando penso em você
Fecho os olhos de saudade
Tenho tido muita coisa
Menos a felicidade
Correm os meus dedos longos
Em versos tristes que invento
Nem aquilo a que me entrego
Já me dá contentamento
Pode ser até manhã
Cedo, claro, feito o dia
Mas nada do que me dizem
Me faz sentir alegria
Eu só queria ter do mato
Um gosto de framboesa
Pra correr entre os canteiros
E esconder minha tristeza
E eu ainda sou bem moço pra tanta tristeza
E deixemos de coisa, cuidemos da vida
Pois senão chega a morte
Ou coisa parecida
E nos arrasta moço
Sem ter visto a vida
Eu só queria ter do mato
Um gosto de framboesa
Pra correr entre os canteiros
E esconder minha tristeza
E eu ainda sou bem moço pra tanta tristeza
E deixemos de coisa, cuidemos da vida
Pois senão chega a morte
Ou coisa parecida
E nos arrasta moço
Sem ter visto a vida
É pau, é pedra, é o fim do caminho
É um resto de toco, é um pouco sozinho
É um caco de vidro, é a vida, é o sol
É a noite, é a morte, é um laço, é o anzol
São as águas de março fechando o verão
É promessa de vida em nosso coração
&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

Há duas vertentes nesta canção : uma gama de tristeza e um cuidar da vida.
Bom seria se todas as pessoas pensassem a respeito.
E as que fornecessem respeito,alertassem respeito.
Falo DO RESPEITO A SI PRÓPRIO.
Em se tratando da VIDA,nem todos nesta "estrada",transitam sem algumas mágoas,tristezas ...
Tristezas do amar,faz parte.
Os amores que não rendem bons frutos esperados,contaminam a alma,gerados pela frustração,inadequação de propósitos.
Amores malogrados,acabados,insaciados,machucam,mas trazem aprendizagens.
E, a grande oportunidade está no conhecimento de si,na busca do interno,e na força, a adquirir o amor a si.Não se trata de egoísmo,creio.
Cuidar-se,amar-se,equilibrar-se,é estar pronto a oferecimentos a outrem,inclusive.
E a razão nos diz ...como em outra canção,"Levanta,sacode a poeira,dá volta por cima" e,ou,misturada a essa canção proposta,"É promessa de vida em nosso coração ... "
Paus,pedras ...quaisquer coisas que nos atinjam... (Desvia,defende-se,entenda,tenha outras possibilidades e novas escolhas ...)
Enfim ...  não dizemos que "tem jeito pra tudo"?
Pois,é!
De um jeito ou de outro, a tônica-maior,é não deixar de amar.
Tata Junq
Enviar um comentário