sábado, 3 de janeiro de 2015

Poetando: Que há?



Que importância tem o túmulo,
se a alma já morreu?
Que importância tem a alma,
se ela se perdeu?
Que importância tem o amar,
sem brilho de faróis,
já se perdeu?
Que importância tem o céu,
se enegreceu?
Que importância tem as estrelas,
ao expandirem-se?
Que importância tem meu olhar,
se já não encontra o teu?!

Tata Junq
Enviar um comentário