quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Do Projeto, Alma Feminina : Memórias,de um diário.


Possuo dois olhos tortos,que desviaram-se pra lugar onde não deveria xeretar ...e,fui.
De tortos,à deriva,curvaram esquina ...e foram...e, foram,e foram ...
Nada gostei do que vi.
E de tortos,de intenção, saber e entender motivos,passaram a ser atentos.
E de atentos,passaram a lacrimar ...
E de verdes-azulados,ficaram mais azuis,perdidos.
De olhos, passei a tatos de meus sentidos ...
Tateei a alma,palmo a palmo,dedo a dedo ...não havia aspereza,era lisa,molhada,escorregadia.
Senti-a,cheirando dor.
Minha boca,estremecida,cuspiu decepção.
Meus ouvidos,tilintaram,atentos ...nada ouvi no entanto.

...

Sentada à varanda,sentindo o vento frio,dei-me conta,que voltei,mecanicamente pra casa.
Fechei os olhos,respirando fundo ... vi o que havia de ter visto,em tempo.
Tanto avisaram-me.
Depois de amanhã,estarei na igreja.
Estarei?
A hora do sim,é a hora do não.
Seria mais simples,estar no cemitério,enterrando-te,por inteiro.
Mas ... já moribundiando estou,e nem sei se aguento levantar-me daqui ...
E,indignada,penso em momentos,a tatear meu corpo ...quando pude ver-te tateando outro.
Minha feminilidade,come pó da terra ... inconformada.
Como entender,duplo sentido e gosto?
Um querer duplo ... só queria entender,mas não consigo.
Queria agora,morrer ou matar-te ..ou a ele.

...

Nem sei mais o que penso,digo ...tamanha a decepção...
A página deste diário,deveria conter sonhos bons,de expectativas belas ...no entanto, cá estou ... já piquei meu vestido,retalhei minha alma ...e, quando chegares,e meus parentes ... terás o castigo da minha falta e jamais saberá se morri de verdade ...

...

Tens duas chances,se chegares primeiro,enterrar-me,
neste diário,ou não deixar vestígios,incinerando-o,como fez com meus sonhos e desejos de amor.

...

De qualquer forma,morri.
Entendeu-me bem?
Morri!
Mas  viverás o bastante ...e tomara que tua consciência arda,não por desejar a ele,mais que a mim...mas por ter sido tão covarde...

( Memórias de Ana.)
( Do Projeto, Alma Feminina.)
Tata Junq
Enviar um comentário