quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Musicando a vida & Pensamentando : Cedo ou tarde demais?




PRA DIZER ADEUS

Você apareceu do nada
E você mexeu demais comigo 
Não quero ser só mais um amigo
Você nunca me viu sozinho
E você nunca me ouviu chorar
Não dá pra imaginar quando

É cedo ou tarde demais
Pra dizer adeus, pra dizer jamais
É cedo ou tarde demais
Pra dizer adeus, pra dizer jamais

Às vezes fico assim pensando
Essa distância é tão ruim
Por que você não vem pra mim
Eu já fiquei tão mal sozinho
Eu já tentei, eu quis chamar
Não dá pra imaginar quando

É cedo ou tarde demais
Pra dizer adeus, pra dizer jamais
É cedo ou tarde demais
Pra dizer adeus, pra dizer jamais

Eu já fiquei tão mal sozinho
Eu já tentei, eu quis
Não dá pra imaginar quando


É cedo ou tarde demais
Pra dizer adeus, pra dizer jamais
É cedo ou tarde demais
Pra dizer adeus, pra dizer jamais


&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&


ANALISANDO


É cedo ou tarde demais?

Quem tem capacitação à resposta?
Novamente estamos atrelados ao tempo, que nos reveste...
tão bem inventado ... cedo ou tarde?
Antecipa-se? 
Ou faz-se tarde ...e não é qualquer tarde ...acresce-se, o DEMAIS,
numa ação negada,óbvia em não poder ser realizada... deixou de ser possível.
E, nas conjecturas de uma madrugada insone ...(Mais uma.) ...imagino os impasses
que assombram tantas pessoas.
Tentei,quis,imaginei,pude ,não pude ...
Os verbos, verbalizam.
Os advérbios,verbalizam.
E solucionaticamente,(Neologismo),nada com nada!
Ou, tudo com tudo?
Só certeza tenho, das necessidades das pessoas,ao quererem, projetar-se noutras.
Da necessidade do outro.
Do querer o outro.
Do clamar misérias poucas, para realizarem-se.
Desde que o mundo é mundo, o homem precisou formar núcleos sociais ...e primariamente,
continuamos,somos ainda,"primatas" que necessitam de acasalamentos.
Machos e fêmeas errantes, no tempo em disponibilidade.
(Visão hétero)
Ou machos e machos, e fêmeas e fêmeas.
(Visão homofóbica, seletiva)
( Que não minha,fique bem claro.)
( Mas é outro ponto a discutir,que não hoje.)
Bem ...
As almas que se lasquem!
Amor? 
Cabe bem onde?
No seu coração, no meu?
Nossos, deles?
Sei lá,entende?!
rsrsrssss ...
Foda, é o não querer mais ser "um amigo" ...
É ir além ...
Lascou-se!
Mas foda mesmo, é a SOLIDÃO,daquele que em "mar- de -gente",
sente-se sozinho.
Volta tudo!
Falávamos de quê mesmo?
De um ser apaixonado.
Alma-carne?
Quem duvida?
Quem concorda?
Eu  duvido de minhas dúvidas do agora: vou ou não dormir?
( 02:53 ...do primeiro dia de fevereiro)
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ...
Chega de tantas "abobrinhas"!!!
E, na falta do que de útil fazer ...caminhaaaa...!
Sonhos ...
"É cedo ou tarde demais"?

- Não direi adeus, jamais!

( Um advérbio,um verbo,um substantivo,um advérbio / carga gramatical.)

- Capitou também, a carga semântica?

- E a emocional?

-  Meuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu ... rsrssss ... eu não sou normalllllll...!!!!


Tata Junq



Enviar um comentário