segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Para Raissa e Caira Gabriela, com amor.




E o abismo,
fez-se
pedra,
e
eu
vi
o
fim

começo.

Na 

vertente
água,
virgem,
os
sorrisos
felizes
de
duas
crianças,
edificaram-me.


a
vida,
rompeu
diques
e
espalhou-se,
relva-mansa.

Ensolarou!


Tata Junq


Enviar um comentário