segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Poetando , simplesmente. Pegadas.



Andei,
andei,
andei.
Marcas deixei.
Só não fui
capaz
de perpetuar
cada pegada,
que lhe levasse
ao fundo
de minh'alma.
Certamente,
você se perdeu ...
e do amor,
tão latente,
esqueceu ...
Do amor,
que é
tão
seu!

Tata Junq
Enviar um comentário