quinta-feira, 28 de maio de 2009

Poetando


Quero brilho de olhar,
do teu olhar.
Quero mel,de teus lábios, ceifar.
Quero sede de pote!
Quero água,sem fel!
Quero amor, sem dor!
Quero, quero te querer...
e quero tua ser.
Avisa-me!
Credencia-me!
Então,
eternizo meu querer.
Sem ver,sem ler ...
Assino o termo
do bem-querer!


Tata junq
Enviar um comentário