quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Ao som do Queen /The Great Pretender


Sempre disse ter memória musical, e olfativa ...
Deixo rolar pensamentos ... assim como rola a vida.
Hoje estou me determinando ser, simplesmente ... ao acaso, no acaso, no caso, seja o que fôr.
Cansei, cansei, cansei ... não quero mais entender as pessoas, essa , aquela ... seja quem fôr.
Que se entende da vida? Que sabemos da vida? Absolutamente, NADA!!!!!
Quem quer seu meu parceiro nesta vida, seja. Quem não quer, FODA-SE!!!
Quem quer caminhar ao meu lado, curtindo amor, fraternidade, justiças, verdades ...tá dentro.
Tô dispensando: qualquer hipocrisia.
Quero estar alicerçada de amigos verdadeiros. Almejo amor, de verdade.
Quero encantos de verdade.
Quero abraçar a vida com coragem, mesmo doída como estou.
Quero ser um ser em construção.
Quero reconstruir-me.
Quero ter sonhos realizados.
Quero partilha.
Quero neste exato momento agradecer minha vida, mesmo estando por hora agoniada, sangrando, doída... mas sem perder os pés do chão.
Obrigada, Senhor!
Eu existo, sou uma Andrade Junqueira de Oliveira e ainda Soares.
Tenho o sentimentalismo herdado dos Junqueiras. A garra dos Andrades.Dos Oliveira, a audácia. E agora, consciência de que continuo uma Soares, e aprendi com um companheiro de existência que não se desiste de NADAAAAAAAA!!!!
Por hora TUDO de mim, a quem de direito.


Tata Junq

Enviar um comentário