terça-feira, 6 de setembro de 2016

Palavras soltas ...mas intríncecas.



Amanheço
Lua
sem
alcance
Em chuvas
fortes
E
não

sorte
nem
azar
somente
o
querer
de
outra
vez
lhe
abraçar
...

E
sem
aviso
prossigo
no
meio
brilho
no 
sorriso
contido
escondido
...

Resta-me
um
café
musicado.

Tata Junq



Enviar um comentário