segunda-feira, 11 de maio de 2015

PENSAMENTANDO ... As folhas Mortas ...( Crônica do Dia.11/05/2015 //13:28.)



                           (Pesquisa por imagens / Google )

O outono vai deixando suas marcas.
Ao chão,as folhas mortas,desenhando rostos melancólicos.
Olho para os galhos das árvores,na certeza que serão renovados.
Meus pensamentos,serpenteiam-nos,querendo inovações.
Quero beber a vida.
A ceifa,desprezo.
Existe algo em mim que resiste.
A cada passo cauteloso,o farfalhar das folhas.
Sei que são figurativas,mas não quero pisoteá-las,tão pouco aniquilá-las,reduzindo-as em migalhas.
As folhas dormem,num infinito.
Sento-me, e percebo um gari,a varrê-las,nas ruelas do parque.
Quero gritar,pára!!!!!
Deixe-as!!!!
Mas ele vem compenetrado,varrendo,varrendo,amontoando-as,recolhendo-as.
Fico a cismar.
Casmurrante,buscando conformações.
Bem assim a vida,por mais que valorizemos "os mortos",foram acondicionados
num lugar ...Os vermes deliciaram-se deles... ou viraram pós em urnas.
Clamo então, por vento brisa, a varrer minhas saudades.
Volto a caminhar ...nas ruelas limpas,agora, à procura da fonte.
Beber água,sonhos e arrotar desejos bons!!!!

Tata Junq
Enviar um comentário