terça-feira, 7 de abril de 2015

(Criando sonhos...)

                              ( Recebi a ilustração,mas há assinatura, na tela.)

Não sonhei,menina, com reis e rainhas,nem com cavalos brancos e príncipes,
nem com sapos falantes e grilos.
Sonhava com bosques sombrios,duendes de caras esquisitas,que me espreitavam.
Árvores com caras e bocas,que sussurravam ...sai daqui,intrometida!
E eu balbuciava ...medrosa...eu nem sei porque estou aqui ...
Deixem-me ir...
 O lodo,segurava,aprisionava meus pés.
As serpentes,chicoteavam o chão ...
Ahhh...e tinha a aranha gigante,com sua boca escandalosamente vermelha ... a tecer,tecer,tecer ...teias luminosas.
Armadilha fluorescente.
Querem saber se escapava ou acordava sufocada?
Vou pensar como readaptar,essa estória ...
( rsrsrs...)
Continuar?
Depende ...
Terá um Cavaleiro Negro,cara de caveira,rumando estrada?
Quer saber?
Num gostei de nada.
Mudo tudo!
Sonhei é com FADAS,cintilantes,peteticas,que pintavam meus sorrisos,
da cor-azul-do-céu,e eu adormecida em nuvens de algodão-doce.
Pronto!
Acordei feliz!
Mesmo não sendo mais menina ...
( rsrsrs ...)

Tata Junq
Enviar um comentário