domingo, 15 de julho de 2012

Momentos Reflexivos: CARTA A UM REI.







Carta ao amigo mais querido.


(Que me perdoem os demais ...)


DESTINATÁRIO: CORAÇÃO!
REMETENTE:  OUTRO CORAÇÃO!




MEU REI


A saudade dói ...demais, agora ...
Onde andará você, meu Rei?
Ahhhh...meu grande e amado amigo Andrey ... a França te esconde?
Onde?
Pode estar conversando com a árvore, que você apelidou de Rainha ...??? Ein?!
Faz confidências a ela?
Ainda no leito do hospital?
Em casa? Junto a Armand?
Lembra-se do "te amuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu ...até perder de vista"?
Retorne-me ...
Quantos sofrimentos e provações  passou ...
Pergunto-me, por quê?
Mantem-se nas lutas, meu querido?
Sinto tanto tua falta ...tanto, tanto ...
Tenho aquela sensação ruim ...de quando perdemos sua princesa...(Que nobreza de sua parte e amor para comigo...ocultando-me os fatos, para polpar-me ...)
É de fato um Rei!
Será sempre, meu Rei amado, viu meu querido?!
Responda ...sopre meu coração ...como sempre sentíamos...quando as angústias nos pegava ...ou mazelas físicas.
Eu ...com nós na garganta, peito em angústias ...chego ao seu coração, aos seus ouvidos d'alma ...pra dizer: te amo eternamente.


Sua Rainha-Louca.
( Tão saudade e amor)


Tata Junq

Enviar um comentário