quarta-feira, 6 de junho de 2012

REPENSANDO:VIVER.







A imagem e som ...somados,sem necessidades de tantos argumentos.
Por que somos tão vilmente covardes?
Viver em felicidade, estado, é tão difícil assim?
Onde o atrevimento?
Como e quando o fomento?
Imagem linda!
E pensar que estão numa ponte.
Tão fácil ter coragem de travessias e ir de encontro a.
( Sem causar estragos.)
Por que de tantos obstáculos?
Quantos muros em pontes?
Tenho sede, fome de amor.
E embora relute, continuo romântica ...
Ahhhhh coração danadoooo!!!!
A que vim ao Mundo?
Sonhar, sangrar ...e estar no meio de pontes, caminhando só?
Ciência tenho ...que terei de dar um "karatê" no muro, empilhado de tijolos -vacilões, que cultivei ...
Y-Á!!!!
Ouso olhar pra trás ...procurando a frente ...e tentando vencer a miopia , enxergar-te ...
Em que ponte, perdeste-te? Qual teu rumo, que não é o do encontro ao meu?
Por hora, abasteço as águas do Rio...em lágrimas desapontadas ...mas caminho, com todos meus -ais!
Ainda tenho pés, driblando os cansaços  ...

Tata Junq 
( Melancolia na Madrugada /Projeto: Alma Feminina)

Enviar um comentário