quinta-feira, 10 de março de 2011

Poetando: RETRATANDO O RETRATO.



Procurando
o
horizonte,
só te vejo,
na linha
do
passado.

Perdido
no
tempo,
encontra-se
teu
retrato,
tão íntimo,
tão lógico,
tão exato.

Parado,
amarelo,
roto,
guardado.
Fora
trancafiado,
na
gaveta
d'alma,
abandonado.

Tata Junq
Enviar um comentário