segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Poetando às avessas! ESPIA! Ela ...no país do "nunca", sem fada sininho!! // Projeto Dependências.



Paradise
Paradise
para
Deise?

Órfã,
do lar.
É
da
rua.

Verdade,
vertente
crua:
nua!

Perdeu-se.
Anoiteceu,
morta,
posta,
seringa
à
mão,
deitada
no
frio-chão!

Tata Junq
Enviar um comentário