sexta-feira, 30 de julho de 2010

Repensando valores: Saudade, velhice, vidas!

Saudade tem: forma, cheiro, cor ...
Chega de mansinho,chega no supetão ...
Abriga ícones- múltiplos-humanizados ...Andarilhos de nossos pensamentos, ou resgatados bem no fundo da alma, onde alojados foram.
É parodoxal : ou alegra ou entristece! Ou é céu ou é inferno! Ou é amor ou é desamor!
Momento ou momentos que resgatados, buscam o alvo da emoção.
Saudade não tem idade! Ou ao envelhecer, vive-se de passadismos saudosos, somente?
Vejo muitas idosas buscando suas vidas, suas vivências ...pescando pessoas e as trazendo à tona ...poucas vezes, vi alegrias em seus rostos ...preocupo-me.
Este país envelhece. Há muitos idosos ... e eles precisam de estímulos, para viverem uma presentividade lúcida, harmoniosa e feliz.E terem motivos, não só viverem de recordações de perdas , que ficaram pra trás.Parece-me muitas vezes, que seus passados avolumam-se de tal forma, que tornam-se o presente.E isto é ruim.
É preciso fomentar sonhos ainda, é preciso que a sociedade, a família não os abandone.
É preciso uma LUZ no presente!
É preciso cuidados!
É preciso amor!
É preciso dedicação!
É preciso respeito!
Salubridade nos pensamentos...
Em meus pensamentos, quero agora somente resgates de alegrias , para sustentar meu dia-a-dia.
Mas, quero mais que isso, quero o hoje feliz!
Quero que todos os idosos que conheço e convivo, os que desconheço, os que ainda conhecerei ...sejam felizes,mesmo com todas suas limitações de corpos e de mentes.
Sejamos coerentes e façamos nossa parte!


Tata Junq
Enviar um comentário