segunda-feira, 8 de março de 2010

Quem disse que a saudade fere? Momento de construção! Alma lavada, diante de tuas palavras, Zeneide!




♪♪Zeneide♫♥ Alvesღ
No final de um ano (1982), final de um ciclo (formatura do ensino médio), recebi uma linda mensagem escrita numa folha de caderno universitário. Era de uma professora que achou que estava somente passando por uma turma e talvez achando que sua marca seria esquecida, apagada da memória dos alunos. Muito mais do que um papel com mensagem, que guardo até hoje, ela chamou-me à atenção no momento necessário e apoiou-me em outro de dificuldade. Nunca a esqueci e guardo com carinho a mensagem ofertada no papel e a lembrança dessa mulher encantadora. Hj, no dia das mulheres, gostaria de fazer algo que provavelmente não tenha feito naquela ocasião: agradecê-la pela passagem significante em minha vida. Um abraço carinhoso e parabéns pela mulher espetacular que sempre foi.
Sua eterna aluna,
Zeneide

Emoção-pura! Retornei ao passado, no palco de minha profissão ... e chorei. Chorei abraçada à saudade de tantos seres que literalmente , abracei em momentos de construção e amor.
E, depois de tantos anos, receber agradecimentos, é algo simplesmente, fantástico, mágico e só faz bem.
Um grande presente recebi, através deste depoimento.
Faz-me pensar em minhas lutas diárias ... quero ainda, Deus, ser veículo de construção!

Tata Junq
Enviar um comentário