terça-feira, 7 de julho de 2009

Momentos.


Queria
parar o tempo,
agora,
já.
Abraçá-lo de
forma desconcertante,
beijá-lo
de forma inebriante,
de sôfrego,
supetão,
pra que enxergasse
meu coração.
Falta-me coragem.
Então,
sonho
com doces beijos,
com esse amor,
lindo que almejo.
E espero
um dia você chegar,
ou eu,
corajosamente,
te buscar.
Ahh... doce amar...


Tata Junq
Enviar um comentário