sábado, 5 de agosto de 2017

Poetando às avessas!



FOME!
DORME!

Dorme,fome!
Dorme fonte.
Dormem horizontes.
Somente acordados,os medos.
E
todos
os
degredos.

Tata Junq
Enviar um comentário