sábado, 5 de agosto de 2017

Do Projeto, Alma Feminina: A Maria.

                                               ( Imagem por pesquisa. / Google.)
...

Há tempo pra sonhar,amar e também desertar,pensou Maria.
Olhou com desdém pras fotografias em mãos ... e as picou com a tesoura afiada.
Uma a uma,sem deixar vestígios de nada.
Riu,chorou.
Um misto de prazer e libertação.
Tocou fogo nos picotes.
Olhava para as labaredas,extasiada.
Sem mais medo de nada.
E gargalhou,com risadas diabólicas.
Tudo feito,tudo perfeito.
Qual crime planejado. e respaldado.
Nem calcularia a meses atrás,que seria capaz de deixá-lo.
Ele também não acreditava.
Levou a mão ao rosto,que não mais arderia com seus tapas.
Seu lombo,tem marcas.
Sua alma,mais.
E,feliz,cantando,saiu sem olhar pra trás.
Livre!

Amor-dependente,jamais!
Curará suas feridas no tempo que lhe é possível.
Maria,é a Maria-Coragem.
Despertou.
E ensinará à sua filha,tão miudinha ainda,o papel de uma mulher na sociedade.
E falará das injustiças.
E falará de abusos!
E falará de medos e coragens.
Olho pra Maria,sorridente,mostrando a falta de dentes,das bordoadas que levou.
Mas aliviada.
E aqui, neste grupo que se formou,renovou-se esperanças.
Sofrimentos divididos ... orientações ...
Hoje Maria veio se despedir.
Voltará pro Norte,de onde não deveria ter saído.
E na certeza,sua velha mãe a abraçará,mesmo em ignorâncias.
Mãe é abrigo.
(Ventre.)
E seguiremos com nossos objetivos aqui.
Registro os relatos da Maria,que se bem,não se chama Maria.
Preservamos o anonimato.
E a vida segue ...
E há mulheres,em sofrimentos,espalhadas pela cidade,pelo país.

Rosemary

(Uma Alma Feminina.)

(Do Projeto,Uma Alma Feminina. / Por : Tata Junq )

Enviar um comentário