domingo, 9 de julho de 2017

Sorri do seu sorriso ... e ...



Recriei-o,sorrindo.
Num tempo único.
Ousei colocar a foto,bem visível, na estante.
E,sorri do seu sorriso.
Inigualável sensação do recordar.
Bendita memória,que me cabe ainda.
Bom ter tido um amigo.
E no descanso,que me cabe,sereno.
Tudo o que precisava,agora. Um amigo,que acalentasse minh'alma.

Tata Junq
Enviar um comentário