domingo, 9 de julho de 2017

Do Projeto,Relatos. Minha compaixão é hora,prece.

                                               (Imagem por pesquisa / Google. )

Um céu nublado,sem estrelas,nem Lua aparente.
Um olhar perdido,encontra um mar na obscuridade.
Ouve o marulhar ... os vai e vens das ondas.
Sente o vento,que sopra,causando arrepios.
Noite fria,coração morno e esperanças rasas.
Assim a mulher debruçada na varanda da casa 7.
Assim a deduzo.
Seu rosto é triste.
Nem sei seu nome.
Mas que importa?
Entre muitas,uma mulher.
Sabe-se lá o que pesa em sua alma.
Nem todo mundo é contente.
Seu olhar perdido,compadece-me.
Isto.
Nada a fazer ... minha compaixão é uma prece.

Tata Junq
Enviar um comentário