quinta-feira, 25 de maio de 2017

Um Momento.




Esse meu olhar.
Atravessa a janela entreaberta.
Quem o vê,febril e choroso?
Alma revestida de cuidados.
E na tristeza que comporto agora,olho por olhar.
Há vazio,no vazio tangente.
Quisera sorrir em paz.

Tata Junq
Enviar um comentário