quinta-feira, 25 de maio de 2017

Balanço: Zero.


Anoitece no em torno.
Há luz nos discernimentos.
Eu afugento cada dúvida.
Porque são carregadas de algumas certezas.

Assim,
racionalidades e emotividades,
matematicamente somadas,
divergentes.

E no zero e zero,zero.
E no zero a zero,zero.
E no menos, zero com zero,zero.
E não divido,dúvida.

Assim,
dou conta de mim.
Balanço encerrado.
Carimbado e assinado.

Tata Junq


Enviar um comentário