domingo, 5 de fevereiro de 2017

Segredos.

Que segredos há em meu peito,trancafiados no diário-d'alma?
Nada digo,não!
Nada digo,não!
Hoje não.
Pensamentos voam soprados,sutis,qual bolinhas de sabão!
Se rimas faço,pobres,na crueza do descompasso,
nada soltas,amarradas com laço,
quando então, me desfaço.

Tata Junq
Enviar um comentário