domingo, 12 de fevereiro de 2017

SANSÃO.

 Bem ... esse SANSÃO,é meu.
(Presente de meu filho caçula.)
Amo quadrinhos ... e estive numa ocasião, no Estúdio de Mauricio de Sousa, o Cartunista,ímpar.
Sou fã do Maurício, até debaixo d'água!!!
(rsrs...)
E amo as personagens criadas.

Faz parte do meu quarto e meus pertences.
Creio ser um pouco Mônica... rsrs...
Nem pensar em virem dar nós em suas orelhinhas!
Aviso dado!

Tata Junq
*****************************************************

Sobre o "SANSÃO":

SansãoEste coelhinho de pelúcia azul inanimado é o bichinho de estimação da Mônica.

Os garotos da Turminha, principalmente o Cebolinha e o Cascão, adoram pegá-lo escondido da Mônica e dar nós em suas orelhas, o que deixa a dona da rua ainda mais furiosa!
CURIOSIDADES:
Criado em 1963, sua primeira aparição foi junto com sua dona, na tira do Cebolinha (nº 18) do jornal Folha de S.Paulo. Ao criar o Sansão, Mauricio inspirou-se no verdadeiro coelho que a própria Mônica, sua filha, arrastava pela casa quando tinha 2 anos. Mas, naquela época, ele era amarelo, recheado de palha, grandão e pesado. Dele não sobrou quase nada. O segundo Sansão veio quando Mônica, aos 7 anos, apresentou-se com seu pai - Mauricio de Sousa - num programa de TV, e foi presenteada com um coelho de pelúcia azul, que ela guarda até hoje. No início, o Sansão dos quadrinhos não tinha nome. O personagem só foi batizado em 1983, quando uma menina de 2 anos, chamada Roberta Carpi, de Ribeirão Preto, ganhou num concurso. A primeira história em que o Sansão apareceu com seu nome definitivo foi intitulada “Tum Dum Tum Dum Tum Dum”, na revista Mônica nº 161, em setembro de 1983, da Editora Globo.






Enviar um comentário