sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Eu sou...eu sei ...lembrei.


No resgate.
Delicia-me.
Talvez,as mais lindas lembranças de minha vida.
Anos 70.
E vem nítida a imagem, da Telefunken ... minha primeira aquisição,salário tão próprio ...
E a delícia de escutar os discos de vinil...compactos e rádio... um som especial ...controles
das sonoridades ...
E lá estava a Tata,ávida em músicas,a viajar.
Estudando,cantando ...corrigindo textos,suando em cima dos trabalhos da Facu ...
Reuniões em casa ...
Que saudade boa!
Saudade dos sorrisos trocados,das lágrimas derramadas,das cumplicidades dos amigos e amigas ...
dos amores ...da família ... da casa assobradada ...da janela, que fazia-me alcançar a rua,a vida.
(Rodovalho Júnior/ Penha de França.)
E meu coração enche-se de amor,de verdades ...
E vi-me agora de óculos redondos,num jipe,curvando a esquina...chegando em casa.
Amo jipões ... amo os amigos, que ficaram lá num tempo ...
E continuo a amar a vida,como sempre.
E reforçando,A VIDA É LINDA!
Eu a contemplo com alegrias ...
Anos 70 ...
Caminho pros meus 70 anos ...
E espio de qualquer janela,ruas,pessoas,flores,animais ...num contentamento ímpar,como tivesse meus 19 anos ...
Recebo no abraço da saudade,motivos.
A cada dia,um passo!

Tata Junq
Enviar um comentário