terça-feira, 13 de setembro de 2016

Texto que responde a outro texto. A UM AMIGO.




                                      











( Imagem por pesquisa / Google )

De tão distante,veio.
Sentou-se em minha rede,sorrindo.
Voou em pensamentos,ou navegou verdes mares?
Quero pensar em mar,grandioso,nada turbulento,manso.Porque assim
creio,seu pensamento.
Límpidas águas azuis.
Há Sol! Há brilho!
Enquanto sou estrela pequenina,como grão de areia,e reino na noite,que se fez breu.
Você resgatou todos os pirilampos.
Chegou assim de mansinho,generoso.
Até as flores do jardim sorriram,e distraída,sequer notei sua presença observando
meus movimentos noturnos.
Seu sorriso iluminou a varanda.
Meu olhar abraçou o seu.
Sorrimos.
- Bem vindo,"Portuga",querido!
...

- Volte sempre.

Tata Junq
Enviar um comentário