sábado, 20 de agosto de 2016

Musicando & Pensamentando: No silêncio,sou canção.

No silêncio,sou vento ... vou e vou e volto.
Atravesso a janela,nas canções que escuto.
Sou alma viva,corpo vivo,mesmo em cansaços e dores.
Minh'alma é canção,que chora e ri.






Agora é calma.
Uma nova manhã.
Eu atravesso também a noite.
Não há silêncio.
Porque ouço sua voz em despedida,ainda ecoando,perdidas.
Desencontradas.
Cada palavra em mãos seguras,pra ter certeza e para não serem levadas e apagadas.
Bem assim esta madrugada ...
"vem uma voz  ... dos beijos perdidos nos lábios teus..."
( Diz a canção ...)
Manhã tão bonita manhã ... porque a cada instante,e a cada dia sequencial,a vida pulsa.
Com ou sem você.
Agora,saudades suas.
 E sou brisa suave ...
Sente?

Tata Junq

Enviar um comentário