quarta-feira, 22 de junho de 2016

Poetando:Beijo ...perdido no tempo.

                                    (Imagem por pesquisa. / Google.)
Pela janela,
o Sol.

Pela porta,
o gosto
do querer
contido
e
ido.

Pelo céu,
da boca,
o
beijo
derretido,
qual estrela,
represada
no
infinito.

Janela,
porta,
céu,
infinito.

Foi
na vida,
o beijo
mais bonito.

Tata Junq
Enviar um comentário