segunda-feira, 27 de junho de 2016

Poetando & Musicando: Voar,voar,voar!


Nos Mares
de
mim
profundezas
e
tristezas
e
esperanças
malogradas.
Escafandro,
em
peso.
Ar

fora
rarefeito,
sufocante.
Imergir,dói.
Emergir
é
ter ciência
das
verdades.
E,dói também.
Então,
voar!
Voar!
Voar!
Asas ao vento!
Cantando uma canção.
No alto,
coração,
pra que
não 
despedace
no
chão.

Tata Junq


Enviar um comentário