segunda-feira, 20 de junho de 2016

Cartas de amor.... Poetando & Musicando



CARTAS

Assim...
Tão gesto.
Tão flor fresca
que chega.
E regala o peito.
E no seu jeito,
transformador,
revela gestos
de
amor.
Quisera
delas
por perto a me rodear.
Quisera ter seu sinal,
alastrando minh'alma
de
amor.
São só minhas
no
entanto,
sem endereço a enviar.
Ficam espalhadas na cama,
qual sonhos embriagados,
entorpecendo a mim,
que
teimo
em
lhe
amar!

Tata Junq

Enviar um comentário