quinta-feira, 14 de abril de 2016

Poetando,em tempo.



Na incerteza,
o
tempo.
Na certeza
o
tempo,
que
flui
no
espaço,
inverso.
Ah! Tempo,
intemporal,
onde
perdida
minha
vida?
Se morri
e
voltei ...
Se voltei
e
morri...
e
morro
e
invento
o viver?

Como ser precisa a vida?!

Tata Junq

Enviar um comentário