quinta-feira, 31 de março de 2016

Um amor inventado?!


Ouça esta canção...
Ouça esta canção ...
Ouça esta canção ...
Na eletrola antiga...
No arranhar do disco,
o
tempo.
E sem jeito,
suspiro, 
buscando estranhezas do coração.
Ficou gravado
e qual disco arranhado,
gritante,
seu olhar,brilhante,
falante,
de coisas 
de
amor.
Ouça esta canção 
e diga,
seja onde for,
que sempre
me
amou.
Eternizei
aquele momento,
que
hoje arranha,
suavemente
o ouvido,
fazendo todo o sentido.
Eu,você,no tempo marcado.
Onde você,que não a meu lado?
Onde você?
Neste amor acordado,na madrugada.
Na canção,no coração desajeitado.

Tata Junq

Enviar um comentário