sábado, 26 de março de 2016

Num regresso.



                                                   ( Eu tão menina ...)

Resultado de imagem para dálias vermelhas
(Imagem por pesquisa. / Google.)


Não vejo as Dálias do jardim.
Não vejo vó,nem pai, nem mãe.
Nem escada,nem céu.
Nem me vejo.
Triste por perder a canção,que cantarolava,ao comer flores.
A menina,ficou no simples jardim.
Hoje planto flores de cá e de lá.
E canto canções.
Não mais absorta da realidade.
E vivo canções,flores e medos,ainda.

Sou "coração",que guarda amor profundo.
Vezes,sou menina,espiando na janela.

Tata Junq
Enviar um comentário