terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Tocando seu corpo,deixando minh'alma. (PROSOPOETANDO)



Toco sua silhueta,
carícias de rosas.
Sou sua sombra agora,
mesmo quando dorme.
Dorme no calor de meus braços,
abraços...
Beijos de tons,
suaves,sussurrantes...
Mesmo tão longe,tão distante,tão perto,tão junto.
Poderosa transferência espacial.
Cheguei tão mansamente,tão descalçada de planos.
Fui você,quando era eu.
Era eu,enquanto você.
Fomos nós,sem relutâncias,cerimônias.
Mas você nem sequer me notou ...
Sua respiração era minha ...
Sua vida,era minha.
Só por uns instantes...
Só por uns instantes,desejei que acordasse ...
Mas seria cometer um sacrilégio,quebrando tal encanto.
Era amor de verdade.
Meu e teu,que criei.
Eu sombra de você,nos lençóis macios.
Minhas mãos, as suas,companheiras,
entrelaçadas.
Sem ser pra sempre ...

Tata Junq
Enviar um comentário