sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Quem conta um Conto,aumenta as reticências... rsrsrs ... Um "Causo",como diz o mineiro ...




Epifânia é feliz.
( Com esse nome desgraçado,e tudo.)
Feia de doer.
Mas feia mesmo.
( Por fora e por dentro,e contenta-se por isto.)
Quando nasceu,saltou de parto normal,batendo a cabeça ao chão.
É sério,todos contam o feito, lá no Sertão.
Cresceu tão feia,quanto carcará.
E de quebra,para garantir sua vida,maínha fez pacto com o "coisinha ruim".
Credo em cruz!
Aí sendo assim,sua alma ficou peluda.
Feliz, a cada mal feito.
Quando sorri,falta-lhe dentes,e é um sorriso amarelo,que não convence.
Epifânia ...
Por mais que tentemos,não chegamos à conclusão alguma.
Vezes penso que é uma E.T.
Duvida disto?
Eu vi,no fundo da mata,vi.
( Eu juro e desconjuro!)
(rsrsrs ...)

Tata Junq
( Projeto:O Imaginar Popular ...O Ser.)
Enviar um comentário