quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Foda-se!





Simples assim.

Na irreverência dos atos,
a cada fato perturbador,
um
foda-se,
merecedor.

Tata Junq
Enviar um comentário