terça-feira, 1 de setembro de 2015

Estória & Estória ...tudinho às avessas... só pra bagunçar.

                 ( Imagem por pesquisa,Google.)

Escute bem...
Não te beijarei,sapo nojento!
E na estória,mando eu.
Não há princesa,não há príncipe encantado.
Nem bruxa má!
Tenho eu,cansada de tanta papagaiada.
Tem papagaio na História?
Mas ... claro que não,só força de expressão!
Como eu dizia mesmo ...
Não é que ...
Mentira tem pernas compridas,como essa cadeira-trono-de- araque,e não, pernas curtas?
E deixas de ser dengoso,com esses zoinhos engraçados!
Não te quero ao meu lado!!!!
Tu não és Rei,nem na CHINA,tua produção é em massa!
Coisa bem sem-graça!
Vou mesmo é te contar um segredo ... e é de dar medo ...tens as horas contadas ...
Ouvistes?
Não te faças de rogado ...
Vai pro brejo,seu dissimulado!

Quem "conta um conto,aumenta um ponto",uma letra, uma sílaba,sei lá ...
Quem proseia,com sapo,diminui juízo.
Não é pois?
Quem acredita em estórias,pensando ser história,dorme e mija na cama.
Então aconselho,faz de conta que nada leu ... mesmo porque, o SAPO,já escafedeu.
E a estória ou história,já morreu.
E quem cala a boca,sou eu.
Escalabreando vou ...
Eu vou,eu vou ... pra casa agora eu vou... tchururu,tchururu...pararatimbum...paratimbum ... pra casa agora eu vou ...

E não sou Branca-de-Neve,sou anão...

Atchin!
Atchin!
Entenderam tudinho,né?!
"Lé com lé,cré com cré,um sapato em cada pé..."
Jurando sanidade,vou te fazer um cafuné!
( Risadas.)

Tata Junq

Enviar um comentário