segunda-feira, 31 de agosto de 2015

In Memoriam... Andrey. ( Canção ...)



A saudade doeu,
de
tão
funda,
água minou.
E na garganta,
fez-se
nó.
E,
fi-lo,
viver.
A canção
tocou...
entorpeceu
os
pensamentos.
E neste molde,
mudo,
vi
mais uma vez,
você!

Tata Junq

Enviar um comentário