terça-feira, 14 de julho de 2015

Poetando às avessas ... Ao ver seu rosto

                                              ( Imagem do Google.)

Ao ver seu rosto ...

Contentamento,
sobra,
transborda,
lentamente,
é
como 
saborear
sorvete
na
casquinha.
Bom
demais!
Minha 
língua
toca
a
sua,
caramelo
e
hortelã.
Assim
tão
simples,
saboroso.
Docemente,
encantador!

Tata Junq
Enviar um comentário