domingo, 31 de maio de 2015

Relato. ( Uma Alma Feminina.) Cowboy


                                                ( Imagem recebida...há assinatura na tela.)
                             
 RELATO

Ele surgiu,em passos lentos,como se o vai-vem louco,da cidade grande,não tivesse importância.
Se fosse noitinha,juraria que ia pra balada-sertaneja.
Na batida do olho,imaginei,que se pudesse,cavalgaria,mansamente,observando,um a um que passasse,ao redor.
E,quis,fortemente que me enxergasse ... mas não.
Passou qual fantasma ...e continuei parada,no ponto do ônibus,esperando pra ser massacrada.
(Triste rotina.)
Frustrada,pensei,que meu cowboy havia chegado.
Tentei em vão esticar o olhar e fazer uma nova busca,mas mal via a janela,o ônibus estava lotado demais.
O sonho virou vinagre.
Os dias seguirão iguais ...eu sonharei dobrado,nem que seja com um homem inventado ... que irá olhar-me profundo e,dizer do amor,que tenho buscado.

Uma Alma Feminina.
( Do Projeto, Alma Feminina.)

Enviar um comentário