quinta-feira, 30 de abril de 2015

DIA DO TRABALHO IH??????



Sugestão para o Dia do Trabalho

Pintar, DEZZZESSSTREÇCARRRRR!!!
Bem assim,ANARFABÉTICO!!!!Pra hoje, não adianta "descolorir,remaquiar",ABACAXIS.
Mas tem AS LARANJAS,e TAMBÉM OS LARANJAS.
"Mas que seria do verde,se não houvesse o azul,verde,branco,talvez?!"
 VERMELHO?
(Poramorrrrrdededededeusssss!!!!!!!!)
Pode deixar sem cor,também....sem graça,é bem a nossa praça!
Sem pizzas hoje,ein?
Vai de laranjada?
Eu vou de café e brindo,tim-tim!!!
Tim-Tim aos trabalhadores,suadores de camisas,deste País-do-Conto-das-Carochinhas!!!!
Não me desculpo pelas metáforas,porque na verdade,são IRONIAS!
E vai bem também uns TROCADALHOS!!!
( Trocadilhos+do+caralho!!!! com minhas indignações.)
Tata Junq

Do Projeto,Palavras ao Vento: Dança que" tu" já "dançou"!!!!



Quando o sorriso murcha,fazer o quê?
Infla?
Rega?
E se ele morrer?
Enterra solenemente e planta outro no lugar ....num é mesmo????
E sai por aí pra ver o Sol,a Lua ...sei lá!!!
Ou dança!
( Já "dançou"" mesmo ...rsrs...)
Boa noite!
Eu ainda vou ficando de cá e de lá ...rsrs
Faz parte ...
JUNQ

terça-feira, 28 de abril de 2015

"Invencionando querência" ...



Crise.
Cruzes.
Luzes
na
Ribalta.
Eu
no
centro,
palco,
epicentro.
No momento,
invenciono,
amor,
na querência,
sutil,
que deixo
transparecer,
qual
espelho.

Tata Junq

Do Projeto, Alma Feminina:O Gosto da Vingança.


Meu sorriso foi engolido pela xícara de café,salivei até,quando o vi entrar,junto a ela.
Rose,deu-me um toque,antes: -Disfarça,Gil está entrando com a fulaninha!
Ela toda prosa,sorridente,jovial.
É bem assim que acontece, quando se está feliz ...
Eu impactada,senti-me incomodada demais.
Era como se abrisse um grande buraco no chão.
(Não adentrei-me a ele,no entanto.)
Limpei a boca,tirando o excesso do café,e do fel amargo.
Sofri,tanto e tanto e tanto,que pensei que não conseguiria me levantar
e buscar a saída,ou trancafiar-me no toilette,
Máximo que consegui,o banheiro.
Olhei-me no espelho,profundamente.
Eu estava pálida ...quis desabar.
Impedida,fui,pela entrada da jovem...
Esqueci meu rosto marcado,as rugas,as mágoas ...e acompanhei-a em seus movimentos.
Ela remaquiou-se,era linda.
Pegou o celular,e ria,que ria,que ria ...
Estava falando com uma amiga,deduzi.
E toda prosa falava dele,como o coroa-imbecil ...
Nem quis ouvir mais,do que ouvi por uns 5 minutos ...
Minhas pernas já não bambeavam mais.
Saí com gosto na boca,especial,sabor doce-de-vingança.
Idiota! Mil vezes,idiota!
E sorri,já vingada.
Meu silêncio seria ouro.
Ele que se danasse!
Além de corno,sofreria como eu sofri.
Ele não me notou.
Também,só tinha olhares buscando o retorno dela à mesa.
Entrei no carro,chave,ligação ...e ...fui pra casa.
E,sorri satisfeita,sem constrangimentos ou remorsos, sem pesos de maldade.
Num dia qualquer,ele saberia da verdade,assim como eu soube.
E, cá entre nós,bem segredinho ... este dia está próximo.
Deixa que ele prove mais um pouco de felicidade,fique mais de quatro,do que já está...
Ahhhh se vai chegar.
Que vai,vai!
Darei uma mãozinha na história deles.
Já estou arquitetando estratégias ....
Háháháhá!!!!!!

Uma Alma Feminina.
( Do Projeto Alma Feminina, O Gosto da Vingança.)
Tata junq

Conjecturas ...




Que rumos tomam os sonhos?
À deriva?!
Ou vão e vão,tão longe,que perdem-se?
Eu atrás da porta,amarrei os meus,num barbante-aço!
Fechei janelas,tranquei a porta e coloquei ferrolhos...e martelei pregos ...
E, um deles escapou,pelo vão,quase que imperceptível.
Não me dei conta na hora,da desordem do tranca-tranca.
Ao sair de casa,lá estava ele no céu,flutuando,bobo,sem rumo.
E lembrei-me que fui inocente,em fúrias,administrativas.
Alma tem portas,janelas, mas possuem vãos.
E há sonhos espertos à princípio,creio.
Torno a olhar o céu ...ele parece um pião, sem fiadeira,livre,mas rodopia,rodopia,
quase que no mesmo lugar.
Sei que não rumará, a lugar algum.
Porque neste lugar algum,já se preencheu espaço.
Penalizo-me de meu pião,tão lindo,colorido,preciso,total.
E tão giro próprio.
Volto, destrancafio tudo....
Nem precisa mais sonhar!!!!
Pronto,resolvido.
Prático e indolor.
Não se sonha mais,de amor!!!!!

Tata Junq

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Poetando & Musicando & Fotografando // Num momento.





Em tua boca a minha,
mel de maçã.
Olhos mel
nos
verdes.
Tão meus,
tão seus.
A vida,
incendiou-se
de
graça!
Pensamentos-em-asas,
abraçam
seu corpo,
acarinham
seu rosto.
Assim
tão simples,
assim
tão 
meiguice,
assim
tão
calor-de-amor.

Tata Junq

Primeiras palavras,ao vento!!!! Manhã de uma "segundona" ...




Será mesmo que as pessoas tem a dimensão do tempo?
Abrangência das oportunidades?
Importâncias de cada momento?
Vezes penso que a humanidade dorme.
(Enquanto a vida pulsa ...)
E as chances acabam vezes por morrer.
Aí,entristeço-me pela falta das importâncias.
Uma feliz "segundona" a tds!!!!
Boraaaaa ....tem muita vida lá fora!!!!
Tata Junq


domingo, 26 de abril de 2015

Do Projeto, Alma Feminina, MALA VAZIA.



Qual mala na esteira,senti-me ... e fui distanciando-me,entre tantas ...
Fui! Fui! Fui!
Ignorada fui.
Em meio a tantas pessoas,era uma ET?
Claro que não.
Se fosse,seria a sensação,meio a tanta gente.
Perdi o sorriso,a calma.
Entrei em parafusos.
Entrei em pânico,sozinha num país sombrio,o do medo.
Medo.
Cheguei.
Acho que minha transpiração e respiração desordenada,denunciaram-me.
Foi então,que num esbarrão o conheci.
Do espanto,ao sorriso.
Do medo,ao acaso,hospitalidade social...
Assim,ao acaso do acaso,João surgiu.
E,resumindo a história,trabalhamos na mesma empresa,acabamos numa mesma cama,partilhamos vivência,até que ...sua mulher descobriu..
Eu,também.
Bígamo.
Pior,declarou-se solteiro.
Crime de falsidade ideológica.
E foi tão amado,pelas duas.
Vezes penso que deveríamos fazer parte de outra cultura.
Mas não suportaria "dividi-lo",nem ela.
Cultura à parte,egoísmos bem enraizados.
Conclusão: deu-se mal,foi condenado.
E fomos condenadas também à infelicidade.
Sinto-me mala-perdida de aeroporto,sem alça e vazia.
Fazendo meu checking agora .

Uma Alma Feminina
( Do Projeto, Alma Feminina.)
Tata Junq

sábado, 25 de abril de 2015

Recadinho-básico.


Se eu fosse você,esqueceria de mim.
Simples assim!
Amor que não coube,não cabe.
Xícara vazia, ou café sem gosto de café.
Pois é!
Pois é!
Pois é!

Tata Junq
***SE COINCIDÊNCIA,MERA RELEVÂNCIA E CONSISTÊNCIA!!!!***

Abordagem: CONCEITUAR é beeemmmm fácil.



Que há de mais ou menos,ser normal?
Que há de menos normal,ser anormal?
Que é o quê?
Quem é o quê?
Quem é por quem?
Quem é quem?
Julgamentos!
Nada que disser,será ao seu favor ou contra.
O Mundo deveria ser cercado dos ignorantes,assumidos,isto sim!
Sem tantos diz-que-me-diz,verdades.
Que verdades?
Que leis?
Que livros?
Que Papas,que Reis,que Governos,seremos?
Não julguemos.
Questionar,pode e deve.
Duvidar,até das dúvidas!
Botar dedos nas feridas!
Curar feridas,em pé de igualdades.
Ser normal é ditame de regras.
Anormal,cavalo de guerra.
A NORMALIDADE é cheia de ANORMALIDADES.
CONCEITOS!
Apenas,conceitos.
As verdades?
São mentiras-meninas,que crescem?
Apenas,conceitos.
E, não adianta me olhar desse jeito!!!!!!

Tata Junq

Poetando-proseando,simples assim. SEU OLHAR.






E o amor chorou,como chuvas fortes no asfalto quente,num verão.
E o amor chorou, como brisas,numa primavera em flor.
E o amor chorou,como ventos varredores,no outono da paixão.
E o amor calou,frio,no invernar de emoções.

Eu,calada,veraneio,nova paixão,fora de estação.
E sinto o céu,como testamento.
As linhas das folhas em movimento.

E seu olhar ...
Ahhh...seu olhar!

Penetráveis de mim,mel,doce,profundo,
gelando todos meus -ais,
queimando todos os iguais.

Fazendo de mim,
primavera-florida,
carregada
de
tanta
vida.

Tata Junq

Do Projeto,Alma Masculina: MARIANA.

                             ( Imagem retirada do Google)

Simbiose da saudade e angústia.
Isto foi plantado em seu coração.
Lembro-me de seus desabafos,um a um.
Num dia de domingo,o derradeiro,sentados estávamos à soleira, num degrau um pouco baixo. Olhávamos o céu e falávamos do Infinito.
Naqueles tempos idos,o céu resplandecia,as estrelas brilhavam tanto,tanto ...e a Via-Láctea  ...ahhhhh ...era um convite ao mistério.
Ela olhou fixamente ....perdida em pensamentos.
Seus olhos eram contas sulferinas,brilhantes,gritantes,como sua alma,atormentada.
E,chorou por longo tempo,num silenciar profundo.
Abracei-a.
Queria secar suas lágrimas,trocar de vida,sei lá. Faria o absurdo para vê-la pacificada.
Ela, apenas,olhou-me profundamente.
Jamais esquecerei aquele momento.
Tocou meu rosto com as mãos gélidas ...
Levantou-se bruscamente,saiu em passos ligeiros.
Ela sempre saia correndo,e ia pra sua casa,seu isolamento.
Fiquei a cismar,ainda olhando aquele céu, fantasticamente lindo ... recolhi-me também.
Na surpresa do amanhecer,a vila fora sacudida por falares altos,murmúrios,lamentos,choros ...
Meu coração entrou em choque ...ela havia partido.
Tomara um veneno mordaz.
Voltei à minha porta,sentei,desabei a chorar ...
A estrela mais linda,retornara ao céu.
Cada vez que, deparo-me com um céu limpo,estrelado,lembro-me de Mariana.
Aquela garota,que havia sido sonhadora demais,e que desencantada,desiludida,perdera o gosto pela vida.
Eu tentei,juro que tentei animá-la,passando-lhe coragens e convites à vida.
Só faltou-me a coragem,de dizer do meu amor cativo a ela.
Só faltou.
Voltei à Aldeia,para ver meu pai,ainda vivo.
Pisei naquele degrau,de leve,para não pisotear as lembranças.
Conheci Mariana,desde menina,alegre que só.
Isso quero guardar no peito,sua mão segurando a minha,e correndo para o nosso esconderijo,para ver estrelas.

Uma Alma Masculina.
( Do Projeto,Uma Alma Masculina, // Mariana.)
Tata Junq

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Do Projeto,Palavras ao Vento: Palavras não minhas,desconheço autoria. Acrescento as minhas,em linhas poéticas. ...

                                      (Palavras de autoria desconhecida e criação artística,tb )

*************************************************

Na verdade,
pensamentos,
buscam sempre.
O imaginar,
é
contexto.
O lugar,
o impreciso?
Não!
Cá dentro do peito.
Bem cá.
Bem dentro.
Hermético,
pra não perder,
a
emoção
do
momento.

Tata Junq

Vamos de bom humor na madrugada???????? Eu e meu gato...miauuuuuuuuuuuuuuu...!!!! kkkkkkkkk



Eu e Meu Gato

Rita Lee

Mais um dia desses
Eu vou fugir de casa
E não volto, e não volto
Vou bater as asas,
Só vou levar comigo
O retrato do meu gato
Companheiro dessa minha melancolia, oh...
E você me pede
Pra ter paciência
E juízo, e juízo
Mas o que eu gosto
É de andar na beira
Do abismo, abismo
Arriscando minha vida por um pouco de emoção
[refrão]
Eu e meu gato,
Ele na cama,
Eu no telhado,
Ele sem as botas e eu sem grana
Eu e meu gato,
Ele na cama,
Eu no telhado,
Ele sem as botas e eu sem grana

Companheiro dessa minha melancolia, oh...
[refrão]
&&&&&&&&&&&&&&&&&

E a vida passa,eu acho graça ...
" O gato na cama,eu no telhado ..."
Essa Rita causou,sempre com seu rock'n rol,suas ironias e bom humor.
Ótimas lembranças!
Tata Junq

Curtirrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr ....dançar ...vamukvamuuuuu ...DJ!!!!!!


Na partilha da "construção"...(Eu medito,creio,no pensamento-luz,revelo-me,cresço.)


Em branco e preto,simples assim!.



Juntos
Um encontro de linhas,se traçadas,sei não.

Juntos
Um encontro de almas,se traçadas,sei não.

Juntos no papel.
Juntos no nosso papel.
( A cumprir.)


Tata Junq

Reflexão pra hoje,através do "Papo-cabeça-virado-do-avesso." ,inventado.:


DIÁLOGO

Comi peixe.
E daí?
Nada fácil pra mim.
Sabor?
Não,dificuldades.
Dificuldades,para comprá-los?
Comê-los.
Essa não entendi.
Comer,mastigar, engolir.
Problemas,como?
A pressa.
Que pressa?
Nada to entendendo.
Pressa de pressa,oras.
Cada uma!
Cada dia que passa,você fica pior.
Não,não fico não!
Melhor,sim.
Arasssssss... desembucha,logo!!!!
Porque tenho pressa.
Ih?
Aprendo,aras!
Aprende o quê criatura?
A não ter pressa.
To perdendo a paciência ...
Tá vendo, você também tem pressa.
E daí?
Tem de aprender também.
A????
Num ter pressa.
Desisto.
Eu não.
Por que não comeria o peixe?
Do que tá falando agora?
Do peixe que comi.
E a pressa?
A pressa num pode ter pressa.
An????
É.
É o quê,criatura?
Num pode,a espinhela fica na goela.
Num acredito,que esse papo ia dar nesta conclusão esdruxula.
An?
An...o quê?
Nada,nada,nada...
Deixa prá lá,você deve tá com pressa ...

Tata Junq


* Moral deste diálogo-papo-cabeça-virado-do-avesso,inventado:
" A pressa é inimiga da perfeição",diz o dito popular,e acrescido de mais um,"quem tem pressa,come cru".
Eu lhes digo,mais que a pressa,por cuidados,além de,está a perda do sabor,o DEGUSTAR.
Assim,levando-se em conta,MOMENTOS DA VIDA.
JUNQ

Compartilhando Música & Pensamentos & Fotografia &Letra da Canção ... enfim ... falando do amar e da tal felicidade ...

Canteiros

Fagner

Quando penso em você
Fecho os olhos de saudade
Tenho tido muita coisa
Menos a felicidade
Correm os meus dedos longos
Em versos tristes que invento
Nem aquilo a que me entrego
Já me dá contentamento
Pode ser até manhã
Cedo, claro, feito o dia
Mas nada do que me dizem
Me faz sentir alegria
Eu só queria ter do mato
Um gosto de framboesa
Pra correr entre os canteiros
E esconder minha tristeza
E eu ainda sou bem moço pra tanta tristeza
E deixemos de coisa, cuidemos da vida
Pois senão chega a morte
Ou coisa parecida
E nos arrasta moço
Sem ter visto a vida
Eu só queria ter do mato
Um gosto de framboesa
Pra correr entre os canteiros
E esconder minha tristeza
E eu ainda sou bem moço pra tanta tristeza
E deixemos de coisa, cuidemos da vida
Pois senão chega a morte
Ou coisa parecida
E nos arrasta moço
Sem ter visto a vida
É pau, é pedra, é o fim do caminho
É um resto de toco, é um pouco sozinho
É um caco de vidro, é a vida, é o sol
É a noite, é a morte, é um laço, é o anzol
São as águas de março fechando o verão
É promessa de vida em nosso coração
&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

Há duas vertentes nesta canção : uma gama de tristeza e um cuidar da vida.
Bom seria se todas as pessoas pensassem a respeito.
E as que fornecessem respeito,alertassem respeito.
Falo DO RESPEITO A SI PRÓPRIO.
Em se tratando da VIDA,nem todos nesta "estrada",transitam sem algumas mágoas,tristezas ...
Tristezas do amar,faz parte.
Os amores que não rendem bons frutos esperados,contaminam a alma,gerados pela frustração,inadequação de propósitos.
Amores malogrados,acabados,insaciados,machucam,mas trazem aprendizagens.
E, a grande oportunidade está no conhecimento de si,na busca do interno,e na força, a adquirir o amor a si.Não se trata de egoísmo,creio.
Cuidar-se,amar-se,equilibrar-se,é estar pronto a oferecimentos a outrem,inclusive.
E a razão nos diz ...como em outra canção,"Levanta,sacode a poeira,dá volta por cima" e,ou,misturada a essa canção proposta,"É promessa de vida em nosso coração ... "
Paus,pedras ...quaisquer coisas que nos atinjam... (Desvia,defende-se,entenda,tenha outras possibilidades e novas escolhas ...)
Enfim ...  não dizemos que "tem jeito pra tudo"?
Pois,é!
De um jeito ou de outro, a tônica-maior,é não deixar de amar.
Tata Junq

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Do Projeto,Alma Feminina: Carta a Jorge


Jorge

Acomodada em minha poltrona,estou,querido amigo.
As dores deram-me trégua.
Lembrei-me com alegrias de nosso tempo de infância...
Lembra-se,quando fazíamos planos,mirabolantes,para chegar ao sítio vizinho?
Ahhhh ...como roubar uma melancia,tão pesada?!
E sorrio ... ao lembrar que tudo ficou no plano ... éramos tão miúdos,e as melancias tão enormes.
Fica o sabor da vontade.
Fica o registro da amizade pura que nos nutria.
Fica a fome de vida!
Eu,acomodei-me,aquietei o coração,mesmo assim.
Sabe,meu querido,estou cansada demais,quando queria ter pernas ligeiras,entre os bananais ...
Envelhecemos,pois?!
Eu ainda aprecio as flores,a chuva,os ventos ...minha janela fica aberta,mesmo no frio,que faz agora.
Deveríamos ter comido a melancia,lá no lugar,mesmo em riscos de sermos flagrados.
Mas provamos das delícias da vida,não é mesmo?
Como está, Mariana?
Superou a pneumonia? Com ela,não se brinca.
Beijos ao Jonas e Maga!
Eu continuo gostando da caneta e do papel,mesmo tendo algumas dificuldades.
Vejo os bisnetos e suas estripulias pela internet.
Tudo mudou,de repente.
Estou sendo atenuante no tempo que nos cabe e coube.
Nada é de repente,nem por acaso.
E,ter você ao meu lado,mesmo morando tão distante,agora,é uma bênção de Deus.
Joel me faz muita falta.Éramos,os três,inseparáveis.
Depois,tornamo-nos quatro,com a chegada da Mariana.
Espero notícias de todos.
Beijos com amor de sempre.
Gigi

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Do Projeto,Alma Feminina :Juntos,agora.


Toquei-o suavemente,qual flor bonita,para não perder o viço.
(Voltei a ser menina,trocando bilhetes,
na espera do outro dia,e passando meus olhos,à sua procura.
Sonhando com um beijo a ser roubado...quando bem do meu lado.)
Toquei você,numa situação confortável,deitada em seu peito nu.
Acariciei seus cabelos,já grisalhos,num carinho limpo,emocionado.
E dos beijos suaves,os afoitos,profundos.
E dos profundos,os suaves.
E a vontade,sem fúrias,de ser sua e você ser meu.
No tempo da alma,sem lacunas,de dois,fomos um.
Cúmplices,apagando vestígios,na hora do adeus.

Uma Alma Feminina

Pra ver,escutar,pensar ... " Um momento ..."


I could stay awake just to hear you breathing
Watch you smile while you are sleeping
Far away and dreaming
I could spend my life in this sweet surrender
I could stay lost in this moment forever
Well, every moment spent with you
Is a moment I treasure

I don't wanna close my eyes
I don't wanna fall asleep
'Cause I'd miss you, babe
And I don't wanna miss a thing
'Cause even when I dream of you
The sweetest dream will never do
I'd still miss you, babe
And I don't wanna miss a thing

Lying close to you
Feeling your heart beating
And I'm wondering what you're dreaming
Wondering if it's me you're seeing
Then I kiss your eyes and thank God we're together
And I just wanna stay with you
In this moment forever, forever and ever

I don't wanna close my eyes
I don't wanna fall asleep
'Cause I'd miss you, babe
And I don't wanna miss a thing
'Cause even when I dream of you
The sweetest dream will never do
I'd still miss you, babe
And I don't wanna miss a thing

I don't wanna miss one smile
I don't wanna miss one kiss
Well, I just wanna be with you
Right here with you, just like this
I just wanna hold you close
Feel your heart so close to mine
And stay here in this moment
For all the rest of time

Don't wanna close my eyes
Don't wanna fall asleep
'Cause I'd miss you, babe
And I don't wanna miss a thing
'Cause even when I dream of you
The sweetest dream will never do
'Cause I'd still miss you, babe
And I don't wanna miss a thing

I don't wanna close my eyes
I don't wanna fall asleep
'Cause I'd miss you, babe
And I don't wanna miss a thing
'Cause even when I dream of you
The sweetest dream will never do
I'd still miss you, babe
And I don't wanna miss a thing

Don't wanna close my eyes
Don't wanna fall asleep, yeah
I don't wanna miss a thing



Link: http://www.vagalume.com.br/armageddon/i-dont-wanna-miss-a-thing.html#ixzz3Y3QOR9xz

Do Projeto,Palavras ao Vento : Creia! ( Músicando & Pensamentando)





Assim ...vezes há quem se entristeça ...
Mas há famílias,amigos ...e,sobretudo, um Poder Universal,amparando-nos.
Um dia de LUZ,a tds!!!!
JUNQ

segunda-feira, 20 de abril de 2015

RECADO NO VARAL!!! PENSAMENTANDO: Minha "querência".

Se saudade sinto,valor há.
Na ausência,a falta.
Na falta,déficit emotivo.
Simples assim:
- Quero estar contigo!
Daí, um passo para abundância,
de tudo.

Tata Junq

Do Projeto,Alma Feminina: Chapéu.


Amanheceu,entardeceu,anoiteceu...
Segue o fluxo temporal ...
Não atenua distância, ou ausências.
Dei conta,naquela tarde,quando meu chapéu voou ao vento.
Corri atrás.
Quanto maior ânsia de alcançá-lo,mais distante ficava,no ímpeto do vento.
Parei,sem fôlego.
(Tomada de uma imbecilidade,sem igual.)
Foi então, que dei conta,que meu amor era igual.
Nunca o alcançaria.
Minhas palavras,recuaram.
Sequer permito,que os pensamentos voem ao vento,chegando a você.
Não merecem alcance,um surdo,nem um ser que não seja capacitado para ser sensitivo.
Estanquei.
Resgato sempre a imagem de meu chapéu,para ser-me espelho,do que foi, minha sandice.
Um chapéu!
E,você,com minha coragem,tornou-se réu.
Aprisionado,perpétuo,num tempo,que jamais voltará.
Tenho dito!

Uma Alma Feminina
( Do Projeto Alma Feminina)

Tata Junq

Do Projeto, Palavras ao Vento: Qual caminho ?( Ilustração & Pensamento )CONSTATE & REFLITA

CRÔNICA DO DIA .... OOOOOOO ... " LOIRA-BURRAAAAA..."???!!! ( Do Projeto,Crônicas Esparsas.)

                         ( Imagem,a pintura,tem assinatura autoral)


Só um café?
Perguntou ela.
Quando?
Vou marcar ...
Vamos?
Combinaremos.
E assim foi  ...
E na data certa, na hora certa,estava ela lá.
(Sentada ...à espera dele.)
Elegante,produzida,mas sem seguranças ...
Coisas de fórum íntimo,mesmo ...
Tinha colocado tantas expectativas no coração,bordado de sonhos ...
O tempo foi passando ... nada do encontro,nada dele ...
Quis ela manter a elegância e indiferença,caso notassem que havia sido ludibriada.
Incoerente?
Seu orgulho feminino,roía suas entranhas.
Covarde,falastrão,insensível ... pensava ela.
E tem mais ... desejou até que algo de pior,tivesse ocorrido.
Melhor seria ter morrido!
Levantou-se,disfarçou as lágrimas,sustentou as pernas cambaleantes, e
saiu. Como se tivesse vencido uma batalha,dos medos  e menosprezo.
Mas seu olhar a traía.
E,quando atravessou a rua,achei que ...
Que ela pudesse dar a ele um troco-de-indiferença.
Um revide?
Mas estava ela,de voz doce a falar com ele ao telefone...depois de várias tentativas, naquele "Orelhão-bizarro" ...
Ai amor,te esperei até agora ... 
E, blá-blá-blá!!!!!
Trouxa-duma-figa!!!!!!
Trouxa-duma figaaaaaa!!!!!
Sem eufemismos,nenhum... 
Burra!!!!
Desde então ... observo outras mulheres,hoje com seus celulares poderosos em mãos ... de encontros malogrados aos happy hours da vida,num "nem aí",junto às amigas,bebendo,sorrindo,lançando novos olhares aqui e ali.
A lei hoje,é esta: a fila andaaaaaaa!!!
Mulheres!
Mas ... quem vive sem elas?????
Se é pra rir,não sei.
Se é pra chorar,idem!!!!
Se é pra ficar indiferente,também não sei.
Mas em qualquer tempo,mulher tem valor.
Tem?????
OOOOOOOO "loira-burra"....se ligaaaaaaaaaaa...!!!!
( Não é propaganda .... rsrs ... De Mulher,pra Mulher ...kkkkkkkkkkkkkk)
Tata Junq

Trocando em miúdos .... Compartilho música e talento!!!!

Um dia "apresentei" este ícone a alguém ...
Talvez até destoasse,por nossa idade...
Uma canção-doce,que vale pra qq momento ...
E,vamukvamuuuuu...
JUNQ



CONFIANÇA



Bem assim ... o OFERECER,tem de GERAR CONFIANÇA e SER CONFIÁVEL.
Assim,como a imagem sugere,daremos LIBERDADE,para termos amigos,de verdade.
Vão,vem ...em seus tempos inexatos,sabendo cada um de seus porquês.
Eu costumo ir e vir ...mas a vida ensina-me,ainda...que nem toda água é bebível!!!!

Compartilhando o que recebi ....Muito gostoso,leve,lindinhoooooo...lindinhoooooo ...ahhhh se eu fosse jovenzinha ...rsrss....ia querer esse abç! Ahhhh...se ia!!!! kkkkk


O MEU AMAR (Poetando às avessas.)

                         ( Vide ...eu,e o espelho.)


Por falar de amor,amor.
Por dizer amor,amar!
Encantando qual dança,
num sincronismo,perfeito.
O amar,
é mais que a vaidade,
a sensualidade,
e
palpites.
Pronto,
arraigado,
na alma,
está.
De sublime,
manso.
De manso,
muitas vezes,
desatinos.
Mas,
AMOR,amar sendo,
AMOR.
Não lhe cabe,
ignorâncias parciais
ou totais.
Não lhe cabe,
desrespeitar.
Não lhe cabe,
escrever histórias,e
ser
estória.
Pode acabar?
Pode 
e deve,
se deixar
de
ser,
mesmo,
tendo sido.
Meu amor,é amar,
em
abandono.

Tata Junq